Blog

Blog

Tipos de Picking na logística: o que é e como funciona
  • Tipos de Picking na logística: o que é e como funciona
Tipos de Picking na logística: o que é e como funciona Publicado por Natalia Mourão em 17 de July de 2018

Existem 4 tipos de Picking na logística. A atividade é uma etapa importantíssima de separação de pedidos para envio e cada uma das modalidades são administradas de maneira diferente.


O picking na logística pode ser uma das fases mais caras do processo de expedição de mercadorias, todavia a implantação das estratégias de picking possibilitam otimizações que reduzem o tempo e os gastos, além de aumentar a produtividade da equipe. Ou seja, o picking é responsável por ajudar as organizações a diminuírem seus custos e adquirirem melhores resultados, elevando seu patamar e alcançando posições cada vez mais estratégicas no mercado.


Entenda o que é, como funciona e os tipos de picking mais empregados e que podem auxiliar a operação, tornando-a produtiva na montagem de pedidos.

 


1-  O que é Picking?

 


De maneira simples, o picking ou order picking na logística é o processo de separação e preparação de pedidos dos clientes no armazém ou estoque. Essa modalidade é responsável por coletar um mix de produtos seguindo especificações como: quantidade, categoria, validade e etc.

Sem a separação de pedidos através das estratégias de picking, pode acontecer dos produtos serem entregues fora do prazo por conta do tempo em coletá-los ou então a coleta e expedição da mercadoria errada.

 

2-  Como funciona?


Existem diversas modalidades de picking na logística, cada uma delas com estratégias diferentes, a fim de atender as demandas de cada cliente. Este serviço funciona em quatro etapas: localização do produto, coleta, movimentação e documentação do processo. Existem 4 tipos de picking na logística e são eles:


·        Picking discreto (ou por pedido)



Aqui, apenas um colaborador inicia e finaliza a operação, sendo responsável pela coleta de um produto por vez, administrando um pedido de cada vez. Essa modalidade reduz as chances de erros, pois existe apenas um documento para cada ordem de separação de produtos.

No entanto, este processo é o menos produtivo e exige mais etapas e deslocamentos, pois como o operador deve completar toda a ordem de separação, o tempo gasto em deslocamento é muito maior que nos outros procedimentos. Todavia, o picking discreto pode ser vantajoso para empresas que tenham um número baixo de pedidos com grande volume de itens em cada pedido.  


 

·        Picking ou área ou zona


É a modalidade onde são divididos os operadores por áreas denominadas zonas, ou áreas do armazém onde coletarão os pedidos. Cada zona possui determinados categoria de produto. Cada colaborador da atividade de picking está relacionado com uma dessas zonas, assim, quando um pedido chega no estoque, os colaboradores separam os itens necessários de cada área e a ordem é fechada depois que as coletas são finalizadas.

Este modelo pode ser o mais vantajoso em operações com alto número de SKU’s, pois o tempo de deslocamento dos operadores é reduzido. Em contrapartida, é necessário ter ótima organização nos armazéns para não sobrecarregar determinadas zonas ou causar erros no pedido.




·        Picking por lote


Aqui, o procedimento é bem diferente do picking por zona, pois nessa atividade, o colaborador espera o acumulo de pedidos até certa quantidade para então, dar início à coleta. Quando o operador faz a coleta, ele recolhe a soma das quantidades de cada produto, necessárias para realizar a distribuição. Em seguida, ele distribui as quantidades coletadas por cada pedido. Se a diversidade de itens no estoque for baixa, este procedimento aumentará a produtividade do operador. Porém, a possibilidade de erros aumenta.


·        Picking por onda


Nesta modalidade, que muito se assemelha ao picking discreto, cada operador fica responsável pela coleta de um tipo de produto por vez. O que difere é que esse procedimento é feito a partir de um agendamento, ou seja, em determinados períodos de turno, afim de atender prazos acordados com clientes.

Em operações com alto número de SKU’s e grande quantidade de itens por pedido, o picking por onda pode ser uma boa solução, pois garante maior eficiência operacional.


Como ele pode te ajudar?



O Picking torna possível que sua empresa receba produtos escolhidos precisamente, de acordo com suas necessidades e especificações em um prazo menor. Isso se dá devido ao nível alto de organização exigido e proporcionado por esse sistema. O Picking, quando bem planejado e administrado, ajuda a otimizar a liberação dos itens e a diminuir o tempo de aprovisionamento do pedido. Isso promove diminuição dos custos com armazenagem e dos prazos oferecidos para os clientes. Por trazer tantos benefícios para nossos clientes, a atividade é essencial e prezado por nós, da LOG FRIO. Assim, oferecemos serviços customizados no tempo requerido por nossos cliente.

 

  • Compartilhe: